What's New

(Portuguese) Empresários Partilham Histórias de Sucesso Através da “Base de Lançamento de Start-ups” Durante a 2017MFE

2017-08-02

A fim de incentivar o empreendedorismo jovem, o último dia da Exposição de Franquia de Macau 2017 (2017MFE, na sigla inglesa) foi dedicado à “Base de Lançamento de Start-ups”. A actividade temática contou com a participação de vários empresários de sucesso, que partilharam com os participantes algumas das suas experiências a nível empresarial.

O dia dedicado  à “Base de Lançamento de Start-ups” incluiu quatro sessões temáticas, nomeadamente: “Apontamentos sobre a introdução de marcas estrangeiras em Macau e na China Continental'; “Michelin – Uma história de sucesso”; “Desafios enfrentados pelo empreendedorismo no feminino”; e “Cerimónia de Entrega de Prémios da Competição MFE – Banco da China 'Base de Lançamento de Start-ups'”.

Troy Franklin, administrador da World Franchise Associates e um dos participantes no evento, realça que existem muitas empresas a operar através dos regimes de franquia de marcas e de cadeia de lojas. Nesse sentido, é importante que um empresário que queira investir numa franquia saiba escolher a indústria que mais lhe interessa e a marca certa, salienta o responsável. A falta de paixão pela indústria que tenha escolhido poderá levar à falta de motivação e empenho, tornando o negócio pouco viável, explica o Sr. Franklin. O mesmo responsável refere que, na maioria dos negócios, não há necessidade de manter uma relação após uma transacção comercial. No entanto, salienta o responsável, no regime de franquia de marcas, a relação de cooperação entre o franqueador e o franqueado terá que se manter durante um período igual ou superior a 10 anos, requerendo empenho de ambas as partes. O Sr. Franklin aconselha os jovens empresários a assegurar que possuem capital suficiente para investir numa franquia, e que estão devidamente preparados para expandir o negócio ou lidar com quaisquer eventualidades.

Lei Kai Chau, director-geral de um grupo de restauração local distinguido com uma recomendação pelo guia Michelin, partilhou com os participantes a sua história empresarial. O empresário lançou a sua primeira empresa em 2000, mas o negócio acabou por fracassar devido a um crescimento demasiado acelerado. Após vários anos, e com base na experiência previamente adquirida, o Sr. Lei voltou a lançar uma empresa, mas, desta vez, a expansão foi feita de forma gradual e sustentável, realça o empresário. O grupo gerido pelo Sr. Lei está principalmente focado no sector da restauração, mas também providencia serviço de “take-away” e retalho e distribuição de ingredientes. Um dos restaurantes do grupo foi distinguido com uma recomendação pelo guia Michelin.

De acordo com o empresário, os jovens empreendedores devem ter em consideração vários aspectos relacionados com a criação de um novo negócio, nomeadamente: recursos humanos, gestão financeira e o cumprimento das respectivas leis e regulamentos. O Sr. Lei salienta que para ter sucesso no mundo dos negócios é necessário possuir várias valências, sendo também importante continuar a aprender e a envidar esforços para providenciar serviços e produtos de qualidade e ser competitivo no mercado. O mesmo responsável aconselha os jovens a acumular experiência profissional durante dois ou três anos, criando uma rede de contactos e adquirindo conhecimentos empresariais, antes de lançar o seu próprio negócio. Assim, acrescenta o empresário, os jovens poderão saber à partida quais são os seus pontos fortes, de forma a tomar uma decisão consciente relativamente ao posicionamento e desenvolvimento do seu negócio. De acordo com o Sr. Lei, será mais fácil obter sucesso com base num plano de negócios bem estruturado e devidamente preparado com base na experiência profissional previamente adquirida.

No âmbito da “Base de Lançamento de Start-ups”, uma instituição financeira local patrocinou um conjunto de prémios de uma competição ligada à MFE, dedicada a jovens empreendedores. Uma equipa composta por três estudantes do segundo ano de uma instituição de ensino superior de Macau foi a grande vencedora da competição, com uma proposta para a criação de uma agência de viagens para idosos. De acordo com Leong Su Hun, um dos elementos da equipa vencedora, a população idosa de Macau continua a aumentar, mas não existe no mercado local uma agência de viagens dedicada a esta faixa etária da população, oferecendo produtos turísticos que consigam ir ao encontro das necessidades da terceira idade. A estudante afirmou que a equipa ficou satisfeita por vencer a competição, esperando encontrar, após a sua graduação, investidores para concretizar a ideia apresentada durante a MFE e abrir uma agência de viagens para idosos.

1

 A Exposição de Franquia de Macau acolheu este ano a primeira edição da “Base de Lançamento de Start-ups”